Sofri acidente de trânsito, posso receber seguro por invalidez?

O trânsito brasileiro é caracterizado como muito violento e perigoso, principalmente para os motociclistas que trabalham com entregas. Segundo dados do Ministério da Saúde, motociclistas lideram o número de mortes em acidentes relacionados ao trabalho. De acordo com o Sistema de Informação de Agravo e Notificações (Sinan), as mortes de motociclistas compreendem 21,2% dos 15.411 acidentes de trabalho registrados entre 2011 e 2020. Por isso, é importante buscar informações sobre os seus direitos ao sofrer um acidente de trânsito e a dúvida mais comum é: sofri acidente de trânsito, posso receber seguro por invalidez? O que é seguro por invalidez? Qual o grau da invalidez? 

O que é seguro por invalidez? 

Antes de responder se você pode receber o seguro por invalidez é necessário entender do que se trata esse seguro. O seguro por invalidez é o contrato que você ou a sua empresa fazem com a seguradora com o objetivo de te proteger financeiramente em caso de acidente. Trata-se também de uma garantia de que o trabalhador receberá um pagamento caso aconteça algum acidente de trânsito que cause algum grau de invalidez que impossibilite o trabalhador de realizar alguma atividade. Há dois tipos que se enquadram dentro do seguro por invalidez: total e parcial. 

O que caracteriza a invalidez total ou permanente causada por acidente de trânsito? 

A invalidez total ou permanente é a que ocorre quando há perda definitiva das funções de um órgão ou membro do corpo humano, impossibilitando o trabalhador de executar a sua atividade no trabalho. Um exemplo disso é a perda total da função de algum membro do corpo causada pelo acidente de trânsito. 

O que caracteriza a invalidez parcial causada por acidente de trânsito? 

A maioria das pessoas acha que, para receber o seguro por invalidez, precisam ter sofrido um acidente gravíssimo, mas isso não é verdade. A invalidez parcial é a que ocorre quando o acidente de trânsito causa uma perda fracionária das funções de um órgão ou membro do corpo humano. É quando o trabalhador não consegue desempenhar integralmente a sua atividade de trabalho depois de um acidente, mas consegue executar algumas tarefas. Um exemplo disso é a lesão no joelho que causa uma limitação e impede que o trabalhador realize alguma função. 

Sofri acidente de trânsito, posso receber seguro por invalidez? 

Primeiro é importante ressaltar que não importa se a culpa foi do próprio trabalhador motociclista ou não, ele ainda poderá ter o direito de receber o seguro por invalidez. Dessa forma, ao sofrer um acidente de trânsito o primeiro passo é verificar se ele ou a empresa para qual ele trabalha contratou algum tipo de seguro como: seguro de vida, seguro coletivo ou seguro prestamista. 

Seguro de vida: Seguro de vida é o contrato com a seguradora no qual há o compromisso de pagar um valor ao segurado que venha a falecer por morte natural ou acidental, além disso o seguro de vida também pode cobrir a internação hospitalar e a diária de incapacidade temporária. Assim, é importante buscar informações sobre isso e atentar-se à apólice do seguro. 

Seguro coletivo: No caso do seguro coletivo há a figura do estipulante, que é o representante dos segurados. Ou seja, é o seguro contratado pela empresa para fornecer proteção aos funcionários caso aconteça algum acidente. O seguro coletivo pode cobrir: despesas médicas e hospitalares; diárias por incapacidade temporária de trabalho; indenização em casos de invalidez; entre outros benefícios. Lembrando sempre de atentar-se à apólice. 

Seguro prestamista: O seguro prestamista é um seguro de vida em grupo, cujo objetivo é quitar totalmente ou parcialmente o crédito contraído pelo segurado. Uma das situações que pode ensejar o acionamento do seguro prestamista é a invalidez permanente ou temporária causada por acidente. Nesse caso também é importante atentar-se ao contrato, mas é mais uma forma de garantir segurança caso aconteça um acidente. 

Quais documentos são necessários para requerer o seguro por invalidez? 

Ao sofrer um acidente de trânsito é necessário apresentar a carteira de motorista, o boletim de ocorrência caso tenha feito, o laudo do acidente que comprove a ocorrência do acidente de trânsito que provocou a lesão corporal ou redução, permanente ou temporária, da capacidade de exercer atividades do trabalho e atestados e exames médicos que comprovem a lesão, bem como o grau da invalidez causado pelo acidente. 

Ainda possui dúvidas sobre seguro por invalidez?

Clique aqui para entrar em contato com um advogado especialista em direito do trabalho.


Querido leitor,

Quer saber mais sobre acidentes de trânsito? Leia o meu livro “Acidentes de Trânsito – Direitos básicos na prática”



 

0 pessoas leram esse artigo
Sobre o Autor

Conheça o autor H. S. Lima e seus conteúdos de Filosofia e Fé

Vamos conversar sobre esse assunto?

Preencha o formulário para que eu ou alguém de minha equipe possa entrar em contato com você.

    Exames, atestados, apólice, etc. e tudo que você acredita que possa me ajudar entender seu caso

    Ao preencher o formulário você concorda com os termos de nossa política de privacidade

    Fale comigo por E-mail ou