Perda de safra e negativa da seguradora, o que fazer?

A perda da safra é um infortúnio que, muitas vezes, não pode ser evitado pelos produtores rurais; justamente pela seca, chuvas, frio e geada etc. não serem controlados pelos produtores. Aliás, o clima é o maior fator de risco para agricultura.

Desse modo, tais condições adversas (seca, chuvas, frio etc.) acabam causando elevadas perdas de safras. Recorrentemente, então, o seguro agrícola é utilizado pelos produtores rurais que desejam cobertura securitária[1] e garantias para evitar prejuízos inestimáveis em suas plantações.

Acontece que, em diversos casos, por um lado, as seguradoras negam cobertura do seguro e de modo injustificado não indenizam o produtor; por outro lado, até pagam indenização, mas em valor inferior à perda sofrida, fazendo com o que produtor segurado arque com os prejuízos sozinho, mesmo contendo cobertura securitária.

Quando a seguradora se nega em realizar o pagamento corretamente e o valor devido da cobertura securitária, é possível que a seguradora seja condenada pelo poder judiciário ao pagamento do valor integral da colheita, nos casos previstos pela cobertura e modalidade do seguro nos contratos.

Portanto, como o tema é polêmico e as seguradoras estão sempre sendo levadas ao poder judiciário em razão de inúmeras ilegalidades cometidas, é fundamental que um advogado com experiência na área entenda sua modalidade de seguro e de que modo está sendo lesado.

Nossa equipe conta advogados especializados em direito securitário que estão dispostos a atendê-lo. Entre em contato!


[1] Ver: Henrique Lima e Paulo Pegolo. SEGURO RURAL, O QUE É? Texto publicado em Henrique Lima Advogado <https://henriquelima.com.br>

11 pessoas leram esse artigo
Sobre o Autor

Conheça o autor H. S. Lima e seus conteúdos de Filosofia e Fé

Vamos conversar sobre esse assunto?

Preencha o formulário para que eu ou alguém de minha equipe possa entrar em contato com você.

    Exames, atestados, apólice, etc. e tudo que você acredita que possa me ajudar entender seu caso

    Ao preencher o formulário você concorda com os termos de nossa política de privacidade

    Fale comigo por E-mail ou