Justiça do MS nega recurso do Bradesco e determina pagamento de indenização à bancária que teve transtornos psiquiátricos agravados pelo ofício 

A 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul (TJ-MS) negou recurso ao Bradesco Vida e Previdência S/A e corrigiu, por unanimidade, erro em decisão em 1ª instância, determinando, em 12 de julho de 2022, que a seguradora pague a indenização para invalidez permanente por acidente a uma bancária que teve seus transtornos psiquiátricos agravados por seu trabalho.

Henrique Lima, sócio da Lima & Pegolo Advogados Associados, informou que, em 1ª instância, o banco havia sido condenado ao pagamento de indenização prevista em seguro de vida para o caso de invalidez funcional permanente total por doença. Explica que essa decisão ocorreu porque a Corte não se atentou à documentação que reconhecia um enquadramento de caso diferente à condição de saúde de sua cliente, E. R. V. O.

“O laudo pericial constatou que a doença, de caráter degenerativo, que acomete minha cliente, a incapacita total e permanentemente para a profissão de bancária e qualquer outra atividade ocupacional, sendo impossível a sua reintegração ao mercado de trabalho. O cenário é, de fato, limitante, tanto que ela foi aposentada”, comentou.

Esclareceu que, pelo fato do trabalho que desempenhava ter sido determinante para sua invalidez, sua doença deve ser, para efeitos do pagamento da apólice, ser equiparada a acidente de trabalho.

Henrique Lima critica que, na hora de pagar os prêmios das apólices, é comum as seguradoras tentarem enquadrar os beneficiários em categorias com indenizações de menores valores. Encerra que, com a correção da sentença, a cobertura a ser considerada equivale a 100 vezes o salário de sua cliente, limitado ao valor de R$ 950 mil.

0 pessoas leram esse artigo
Sobre o autor

Henrique Lima

Sobre o autor

Henrique Lima

Henrique Lima é advogado atuante em defesas de servidores públicos civis e militares, de trabalhadores da iniciativa privada, de profissionais liberais, de associações, sindicatos e empresas em temas envolvendo direito administrativo, tributário, previdenciário (INSS e RPPS), do trabalho e do consumidor.

 

É mestre em direito pela Universidade de Girona – Espanha e pós-graduado (lato sensu) em direito constitucional, direito do trabalho, civil, consumidor e família. É sócio do escritório Lima & Pegolo Advogados Associados (www.limaepegolo.com.br) que possui unidades em Curitiba-PR, Campo Grande-MS, Cuiabá-MT, Rio Brilhante-MS, Dourados-MS e Aquidauana-MS, mas atende clientes em vários Estados brasileiros.

Saiba mais sobre o autor
Sobre o Autor

Conheça o autor H. S. Lima e seus conteúdos de Filosofia e Fé

Vamos conversar sobre esse assunto?

Preencha o formulário para que eu ou alguém de minha equipe possa entrar em contato com você.

    Exames, atestados, apólice, etc. e tudo que você acredita que possa me ajudar entender seu caso

    Ao preencher o formulário você concorda com os termos de nossa política de privacidade

    Fale comigo por E-mail ou