A maioria dos bancos oferece comissão de vendas aos bancários, mas alguns tentam obrigar o funcionário a vender produtos sem a devida comissão.

Esse é um tema que exige atenção aos produtos e ao contrato de trabalho assinado.

Acompanhe a seguir mais detalhes sobre esse assunto!

O que é comissão por vendas?

Com talento, abordagem e estratégias persuasivas, os bancários se esforçam para mostrar aos clientes a importância de comprar um produto e, assim, convertê-lo em comissões.

A ideia é que esse trabalho fomente os resultados do banco, aumentando a venda de produtos e serviços e, consequentemente, seu faturamento. Promovendo uma certa compensação financeira aos colaboradores que negociaram com os clientes a compra desses produtos.

Agora que você já compreende um pouco mais sobre o que é uma comissão de vendas, podemos afirmar também que é um percentual definido na política de remuneração que a equipe recebe a cada Venda.

Geralmente, os bancários, além de suas obrigações contratuais, são condicionados a cumprir metas estabelecidas pelo banco para vendas de produtos e serviços bancários como capitalização e seguro de vida, investimentos, previdência privada entre outras coisas.

Produtos bancários

Quando o bancário assume atribuições estranhas àquelas para as quais foi contratada, ou que em seu contrato deveria receber comissão pela venda desses produtos, surge a comissão por vendas.

Dentre os produtos bancários que proporcionam essas comissões, podemos destacar.

Previdência Privada

Os planos de previdência privada oferecidos pelas instituições devem ser vistos como um plano de previdência complementar e não como a única alternativa previdenciária para um número crescente de aposentados.

Existem planos de previdência privada com valores realmente baixos, apenas o interesse do indivíduo em se informar e garantir um futuro mais digno, a possibilidade de ter uma alternativa de renda em um segundo emprego e que este é um sacrifício necessário, bastam, em favor de um melhor futuro.

É importante enfatizar que a informação e o conhecimento são os melhores aliados de todos para a saúde financeira e que devem ser tratados com a mesma importância que damos à nossa saúde física e mental.

Maus hábitos financeiros podem trazer consequências negativas para a nossa saúde financeira. Por isso, saber que existem fortes aliados dentro das instituições bancárias, capazes de auxiliar em uma futura velhice, resta claro que cabe aos indivíduos realizarem as suas escolhas de maneira racional a fim de maximizar seus recursos. Esta é uma das ideias que se deve passar ao cliente ao apresentar tal produto bancário.

Aplicações Financeiras

Existe a falsa ideia que não vale a pena investir em produtos bancários porque pagam muito pouco.

Isto não é verdade quando olhamos para as rentabilidades dos fundos de investimentos dos mais variados tipos. A falta de informação e conhecimento das pessoas levam-nas a desacreditar que algumas aplicações financeiras podem ser feitas pelos agentes a fim de melhorar os seus rendimentos, contudo, não o fazem por comodismo, desinformação e receio.

O papel do profissional que está apresentando tal produto, é desmistificar essa ideia. Atualmente, os CDBs vêm sendo muito aceitos pelos clientes para aumentar a remuneração das aplicações financeiras de curto prazo.

Esses são alguns dos produtos bancários que geram comissão aos funcionários e estes devem ficar atentos aos pagamentos e ao que está estabelecido em seus contratos de trabalho.

Isto porque, se não houver previsão contratual da comissão por venda de produtos bancários, o banco não ficará obrigado a pagar tal comissão. O entendimento dos tribunais considera que a venda de alguns produtos é compatível com o rol de atribuições do bancário.

O Henrique Lima Advogados possui uma equipe multidisciplinar dedicada de forma constante às demandas desse mercado, com a finalidade de garantir uma assessoria de nível elevado e segurança jurídica.

Ainda ficou com alguma dúvida? Comente abaixo, estaremos à disposição para orientá-lo e seguiremos compartilhando informações importantes.

69 pessoas leram esse artigo

Vamos conversar sobre esse assunto?

Preencha o formulário para que eu ou alguém de minha equipe possa entrar em contato com você.

    Exames, atestados, apólice, etc. e tudo que você acredita que possa me ajudar entender seu caso

    Ao preencher o formulário você concorda com os termos de nossa política de privacidade

    Fale comigo por E-mail ou