Inventários Judiciais e Extrajudiciais

O falecimento de um ente querido já é bastante doloroso e seus familiares precisam ser poupados de qualquer sofrimento adicional, principalmente quando se tratam de discussões envolvendo bens materiais...

Infelizmente, o inventário dos bens deixados por alguém pode ser fonte de inúmeras brigas familiares, que geram inimizades que podem durar décadas e, certamente, não é isso que desejam os envolvidos, muito menos seria a vontade da pessoa falecida.

Consciente disso, o advogado escolhido para auxiliar a família nessa lamentável hora precisa ter a sensibilidade de evitar discussões desnecessárias e, muitas vezes, infrutíferas.

Além do tradicional caminho judicial para a partilha dos bens, atualmente, em alguns casos, a legislação permite fazê-la extrajudicialmente, isto é, diretamente em cartórios.

A avaliação dos custos relacionados a uma ou outra opção (judicial ou extrajudicial) também representa um fator preponderante para a escolha dos envolvidos.

Conte comigo para auxiliá-lo nesse momento e para a tomada de decisões seguras.

 

Faça o seu comentário

Todos os campos são obrigatórios

Artigos

TIRE SUAS DÚVIDAS

FILTRO

CATEGORIAS

VOLTAR

FALE COMIGO

Site desenvolvido por:

Chamar no WhatsApp