Doença e Acidente de Trabalho

Devido a falta de medidas adequadas de segurança no ambiente de trabalho, muitos trabalhadores acabam vítimas de acidentes, com consequências trágicas para si e para sua família.

Há situações de doenças profissionais como LER/DORT, doenças psquiátricas e outras que também são decorrentes das condições desfavoráveis no ambiente de trabalho.

Tudo isso pode gerar em favor do trabalhador direito a indenizações por:

- DANOS MORAIS (para tentar compensar financeiramente a dor moral sofrida);

- ASSÉDIO MORAL;

- PENSÃO VITALÍCIA (devido a perda ou diminuição da capacidade de trabalho);

- PLANO DE SAÚDE (caso necessite de tratamento permanente)

Posso ajudar você caso esteja vivendo situação semelhante a essa ou tenha passado por isso.

Faça o seu comentário

Todos os campos são obrigatórios
Andréa Regina Terhorst Ziehlsdorff
Preciso de ajuda sim. Isto está acontecendo comigo.
19/11/2018
Henrique
Olá, Sra. Andréa.

Obrigado pelo contato, espero poder ajudá-la.

Entre em contato conosco para explicar melhor o que está ocorrendo com a senhora. 

Nosso WhatsApp é 67 99234-0066.

Abraço,
19/11/2018
Rosilane Nascimento Santos
Boa noite , trabalhei em uma empresa de logística ,por seis anos e seis meses, a qual eu pegava muito peso ,passei a ter forte dores na coluna .E as visitas e os atestados médicos, se tornaram com muitas fréquencias ,e muitas médicaçoẽs de controle especial .Passou a fazer parte da minha vida , o último atestado que apresentei em 16 de janeiro de 2017 fui desligada ,em 01 de fevereiro do mesmo ano , em fim o encarregado alegou que eu estava doente , e a empresa ,não queria saber mais de funcionário feijão com arroz, e falou também que eu deveria apresentar um laudo comprovando ,meu problema então pedir a ele para mim deixar , marcar a consultar com meu médico para pegar o laudo .Mas eles já tinham mim desligado foi só um jogo deles ,mim testando ,não deu tempo deu apresentar o laudo a empresa ,porque peguei depois que eles mim desligaram , mais eu tinha um laudo com cid de 2012 , que eu nunca apresentei por eles nunca ter me pedido .Recorri na justiça ,não consigo emprego sinto forte dores ,devido o problema na coluna ,
15/08/2018
Patrícia Antunes Sisti
Olá, Rosilane, obrigada pelo contato.

Você agiu certo em ingressar com uma ação judicial.

Você também requereu auxílio-doença junto a Previdência Social? Caso tenha sido indeferido, poderá acionar judicialmente o INSS.

Se tiver alguma dificuldade, estamos à disposição.

Atenciosamente,

Patrícia Sisti

22/08/2018
Waldir
Estava aposentado por invalidez acidentária a 9 anos, e mais 2 anos anterior de auxilio doença 91 tive alta agora em junho na pericia de revisão. Me apresentei a empresa fui encaminhado a exames de retorno ,deu apto e me demitiu.
05/08/2018
Patrícia Antunes Sisti
Olá, Waldir, obrigada pelo contato.

Espero poder ajudar.

Caso o senhor não tenha sido devidamente indenizado, é possível ingressar com uma ação contra a empresa que o demitiu, visto que o senhor goza de um período de estabilidade por se tratar de benefício concedido por acidente de trabalho.

O senhor está recebendo a mensalidade de recuperação por 180 meses? Deverá receber ainda por 6 meses o valor integral de seu benefício, após 6 meses, 50%, e nos últimos 6 meses, 25%.

Se desejar, podemos ingressar com uma ação também contra o INSS para restabelecer sua aposentadoria.

Estamos à disposição,

Patrícia Sisti.

16/08/2018
ROQUE LUIZ BABINSKI
Prezado Dr. Henrique Lima, bom dia, tenho assistido os seus vídeos, no Youtube, gostaria de lhe perguntar a seguinte questão: sou aposentado por tempo de contribuição já a 2 anos, em dezembro de 2017, foi demitido da empresa em que eu trabalhava, porém do doença ocupacional de LER/DOR comprovada em exames médicos, como não posso cumular benefícios junto ao INSS, gostaria de saber se tenho direito a estabilidade de 12 meses, embora não tenha sido encaminhado para beneficio por parte do meu ex-empregador ? desde já lhe agradeço, atenciosamente, Roque Babinski
19/03/2018
Henrique
Olá Sr. Roque, obrigado pelo contato.

Espero poder ajudá-lo.

O fato de você ser aposentado por tempo de contribuição não afasta seu direito a estabilidade no emprego, porém caso realmente seja desligado, dificulta um pouco a reintegração. Isso porque como você não terá recebido o auxílio-doença por acidente de trabalho (B91), apenas será reabilitado se no processo de reintegração a perícia médica concluir que possuía incapacidade no momento da perícia e que havia nexo de causalidade.

Espero que tenha ficado claro.

Aproveitando a oportunidade, você pode ter outro direito bastante interessante relacionado a isenção do imposto de renda que incide sobre o valor de sua aposentadoria e até de eventuais complementações, caso receba.

Entrarei em contato para tratar disso.

Abraço,

Henrique Lima.
12/04/2018

Artigos

Previdência Social (INSS): Auxílio-Acidente PREVIDÊNCIA SOCIAL (INSS): AUXÍLIO-ACIDENTE RESUMO:    Trata-se de artigo que tem por objetivo chamar a atenção para a importância do Auxílio-Acidente previsto no artigo 86... 18/04/2018 LEIA MAIS
Reintegração do Empregado Demitido Doente REINTEGRAÇÃO DO EMPREGADO DEMITIDO DOENTE   I - INTRODUÇÃO Em momentos de recessão econômica as empresas precisam adotar medidas para tentar conter custos, equilibrar contas e, se possível e ao mesmo tempo, aumentar a... 05/08/2015 LEIA MAIS

TIRE SUAS DÚVIDAS

FILTRO

CATEGORIAS

VOLTAR

FALE COMIGO

Site desenvolvido por:

Chamar no WhatsApp